Twitter Revista Staff   Facebook Revista Staff   Youtube Revista Staff
 

Turismo

   

Escrito por Revista Staff

Manaus uma boa opção turística.

Manaus uma boa opção turística.

Manaus é um município brasileiro, capital do estado do Amazonas e o principal centro financeiro, corporativo e econômico da Região Norte do Brasil. É uma cidade histórica e portuária, localizada no centro da maior floresta tropical do mundo. Situa-se na confluência dos rios Negro e Solimões. É uma das cidades brasileiras mais conhecida mundialmente, principalmente pelo seu potencial turístico e pelo ecoturismo, o que faz do município o décimo maior destino de turistas no Brasil.

Destaca-se pelo seu patrimônio arquitetônico e cultural, com numerosos templos, palácios, museus, teatros, bibliotecas e universidades. É localizada no extremo norte do país, a 3.490 km da capital nacional, Brasília.

Originalmente fundada em 1669 com o forte São José do Rio Negro, foi elevada a vila em 1832 com o nome de Manaos, em homenagem à nação indígena dos manaos, sendo legalmente transformada em cidade no dia 24 de outubro de 1848 com o nome de Cidade da Barra do Rio Negro. Somente em 4 de setembro de 1856 voltou a ter o seu nome atual. Ficou conhecida no começo do século XX, na época áurea da borracha. Nessa época foi batizada como “Coração da Amazônia” e “Cidade da Floresta”. Atualmente seu principal motor econômico é o Polo Industrial de Manaus.

No Rio de Janeiro, a República Federativa do Brasil foi proclamada em 15 de novembro de 1889, extinguindo-se o Império. A província do Amazonas passou a ser o Estado do Amazonas, tendo como capital a cidade de Manaus. A borracha, matéria prima das indústrias mundiais, era cada vez mais requisitada e o Amazonas, como principal produtor mundial, orientou sua economia para atender à crescente demanda. Intensificou-se o processo de migração para Manaus de nordestinos e brasileiros de outras regiões, bem como a imigração de ingleses, franceses, judeus, gregos, portugueses, italianos e espanhóis, gerando um crescimento demográfico que obrigou a cidade a passar por mudanças significativas. Naquela época o nordeste foi atingido pela “Grande Seca de 1877 a 1878”, que causou mais de um milhão de mortes, além de uma grande epidemia de cólera. Muitos nordestinos vieram para Manaus fugidos desse fenômeno, chegando ao local em grandes massas.

A metrópole da borracha iniciou os anos de 1900 com uma população em torno de 20 mil habitantes, com ruas retas e longas, calçadas com granito, praças e jardins bem cuidados, belas fontes e monumentos, um teatro suntuoso, hotéis, cassinos, estabelecimentos bancários, palacetes e todos os requintes de uma cidade moderna.

Em 1910, Manaus ainda vivia a euforia dos preços altos da borracha, quando foi surpreendida pela fortíssima concorrência da borracha natural plantada e extraída dos seringais da Ásia, que invadiu vertiginosamente os mercados internacionais. Era o fim do domínio da exportação do produto dos seringais naturais da Amazônia, deflagrando o início de uma lenta agonia econômica para a região. O desempenho do comércio manausense tornou-se crítico e as importações de artigos de luxo e supérfluos caíram rapidamente. Manaus, abandonada por aqueles que podiam partir, mergulhou em profundo marasmo. Os edifícios e os diferentes serviços públicos entraram em estado de abandono.

Com a implantação da Zona Franca de Manaus na década de 1960, a cidade novamente ocupou lugar de destaque entre as mais ricas do Brasil e da América Latina. Ao lado de Cuiabá, capital de Mato Grosso, é a capital que mais cresceu economicamente nos últimos quarenta anos, fato explicado pela implantação e desenvolvimento da Zona Franca de Manaus que também atraiu milhares de migrantes que ocuparam de forma desordenada a periferia da cidade.

Em 1991, o município ultrapassou a marca de um milhão de habitantes. Atualmente é a vigésima sexta cidade mais populosa da América. Em âmbito nacional é o sétimo município brasileiro mais populoso, abrigando mais da metade da população do Estado.

Segundo uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro (FGV/RJ), Manaus é a melhor cidade da Região Norte do Brasil para fazer carreira.


Pontos Turísticos da cidade


O turismo na cidade de Manaus destaca-se pelo ecoturismo e o turismo de natureza. A cidade é o maior destino de turistas da Amazônia, oferecendo uma ampla rede hoteleira, assim como restaurantes variados. Conta também com diversos hotéis de selva em sua região metropolitana. Um dos principais pontos turísticos de Manaus é o Teatro Amazonas, inaugurado em 31 de dezembro de 1896, sendo o principal Patrimônio Artístico Cultural do estado do Amazonas e a obra mais significativa da época áurea da borracha.

A cidade foi uma das primeiras a possuir o AmazonBus, que percorre 40 pontos turísticos da cidade, entre eles o Teatro Amazonas, a Praia da Ponta Negra.

Entre os prédios e lugares que se destacam por algum acontecimento histórico estão: a Biblioteca Pública Estadual, o Colégio Amazonense Dom Pedro II, a Catedral Metropolitana de Manaus, o Monumento de Abertura dos Portos, a Igreja São Sebastião.

O ecoturismo, também chamado de turismo de natureza, também atrai milhares de turistas. Entre as atrações naturais da cidade destacam-se O Encontro das Águas, um fenômeno natural causado pelo encontro das águas barrentas do Rio Solimões com as águas escuras do Rio Negro, as quais percorrem mais de seis quilômetros sem se misturarem; a Praia da Ponta Negra, uma praia fluvial às margens do Rio Negro, localizada há 13 km do centro; a Praia da Lua, distante 23 km de Manaus, pertencente ao município de Iranduba, tem o formato de uma lua em quarto crescente e uma vegetação de rara beleza natural com uma extensão de areia branca banhada pelas águas negras do Rio Negro.; a Cachoeira do Paricatuba, situada na margem direita do Rio Negro, num pequeno afluente, é formada por rochas sedimentares e cercada por vegetação abundante e o acesso é feito por via fluvial.

A proximidade com a floresta tropical é fascinante e os vários parques de floresta, preservados, existentes em Manaus nos dá ideia da diversidade florística e faunística e outros elementos do ecossistema amazonense.

Quando possível, programe-se para uma aventura no Norte do país e divirta-se!!!


Notícias relacionadas:

Comissário de voo.

A carreira de comissário de voo desperta o interesse de quem sonha em conhecer o mundo...

Arrumando as malas.

Arrumar a mala para viajar é sempre um dilema, principalmente para as mulheres. Pensando nisso, convidamos a economista e blogueira Camila Camillo...

Patagônia de natureza exuberante.

Fernão de Magalhães foi o grande descobridor da Patagônia e da Terra do Fogo em 1520. Ainda hoje a maioria dos lugares e povos mantém os nomes...

Jardins que Falam

Depois de uma longa espera consegui, finalmente, plantar meu jardim. Tive de esperar muito tempo porque jardins precisam de terra para existir. Mas a terra eu não tinha. De meu, eu só tinha o sonho...

Mala ou Mochila

Destino escolhido, passaporte em mãos, todos os detalhes criteriosamente vistos e o último passo, porém não menos importante, antes de subir no avião: FAZER AS MALAS!

Londres

Londres (em inglês: London) é a capital da Inglaterra e do Reino Unido. Importante há quase dois milênios, a cidade é um dos maiores centros financeiros do planeta, e sua participação na política, na cultura, no entretenimento ...


> Ver todas



Voltar
Twitter Revista Staff

Acontece   |   Beleza e Estética   |   Comportamento   |   Gastronomia   |   Nutrição   |   Moda   |   Política Saúde   |   Esporte   |   Turismo


Home   |   Apresentação   |   Editoriais   |   Comercial   |   Parceiros   |   Vídeos   |   Cobertura Vip   |   Contato


Copyright © 2017. Revista Staff. Todos os direitos reservados. Contato: (19) 3236-6661