Twitter Revista Staff   Facebook Revista Staff   Youtube Revista Staff
 

Turismo

   

Escrito por Revista Staff

Londres

Londres (em inglês: London) é a capital da Inglaterra e do Reino Unido. Importante há quase dois milênios, a cidade é um dos maiores centros financeiros do planeta, e sua participação na política, na cultura, no entretenimento, na moda e nas artes ratificaram seu status de cidade global.A cidade é uma das metrópoles mais povoadas da Europa. Sua população é umas das mais cosmopolitas do mundo, absorvendo a cultura, a religião e o idioma dos mais diversos povos. A cidade é um ponto de conexão internacional de transporte aéreo e um destino turístico popular, contando ícones como a casa do Parlamento, a Tower Bridge, o Palácio de Buckingham, o Museu Britânico, a Galeria Nacional e, atualmente, o recém reinaugurado Estádio de Wembley.

Londres é uma metrópole sem dono. Em seus metrôs, você verá indianos, árabes, norte-americanos, latinos, australianos, europeus em geral. Vai escutar tantos idiomas quanto não ouviria em qualquer outra cidade. Como em nenhum outro lugar, tem-se a sensação de que, se existe um centro do mundo, é aqui mesmo, a capital britânica. Londres é a síntese de Nova York, Paris, Tóquio, Bombaim, Sydney, São Paulo, muito no que há de melhor (como você verá ao longo do texto - ou conhecendo in loco), e um pouco no que há de pior (clima, poluição, tráfego arrastado, sem-teto) -acrescido do inconfundível estilo inglês (afinal, ainda faz parte da Grã-Bretanha). Explorar Londres merece no mínimo 5 ou 7 dias - mas talvez 1 ano fosse o ideal. O poeta Samuel Johnson disse "Quem está cansado de Londres está cansado da vida". Verdade. Existem centenas de opções para conhecer e aproveitar a cultura local: ótimos museus, parques bem cuidados, teatros, galerias, pubs, cafés, shows, feiras, mercados, livrarias, bibliotecas, atrações turísticas em geral. Sim, gasta-se dinheiro (e é para gastar, se é para deixar de aproveitar por extrema economia, melhor nem ir), mas também há muitas alternativas gratuitas. Estar em Londres é um investimento em sua viagem, e, sem exagero, em sua vida.

Pontos Interessantes

London Eye,uma roda gigante com 135 m de altura, às margens do Rio Tâmisa, permite observar um bela parte da cidade de Londres. Inaugurada na virada do milênio, já se tornou um dos principais pontos turísticos de Londres.

Big Ben, ao contrário do que muitos pensam, não é o famoso relógio do Parlamento Inglês, nem tão pouco sua torre. É o nome do sino, que pesa 13 toneladas e que foi instalado no Palácio de Westminster durante a gestão de sir Benjamin Hall, ministro de Obras Públicas da Inglaterra, em 1859. Por ser um sujeito alto e corpulento, Benjamim tinha o apelido de Big Ben. Todos os dias, a rádio BBC transmite as badaladas do sino. O sino, fundido por George Mears em 1858, media quase 3 metros de diâmetro e pesava 13, 5 toneladas.

O nome do relógio é Tower Clock, ou Clock Tower, e é muito conhecido pela sua precisão e tamanho. Certa vez uma família de pássaros pousou no seu ponteiro e o desregulou em cinco minutos.


   


Gastronomia

Sabores do mundo todo

Antigamente a cozinha inglesa era tida como o "patinho feio" da Europa, principalmente quando comparada à francesa e italiana. Hoje em dia essa imagem mudou, a gastronomia contemporânea inglesa está mais leve e saborosa, deixando o tradicional Rosbife um pouco de lado e incluindo salmão, mariscos e frutos do mar. O tradicional Chá das Cinco ainda vale a pena conferir, é acompanhado de doces, bolos, pães e pequenos sanduíches.A influência dos imigrantes também mudou bastante a cara dos restaurantes londrinos, são tantos sabores e opções que você pode provar a cada dia um prato típico de um canto do mundo. Em várias partes da cidade é possível encontrar boas opções de cozinha italiana, indiana, tailandesa, árabe, chinesa, japonesa, entre outras.Os chamados "Fast Food's" estão em toda parte: pizza, lanchonetes e yakisoba são os mais comuns. Nas ruas, o grande sucesso fica por conta das barracas que vendem Kebab (sanduíche de carne ou frango com temperos salada e pão) e o tradicional "Fish and Chips" (peixe com batata frita para comer em pé mesmo). Outra opção para quem quer gastar pouco é comprar os sanduíches vendidos nos supermercados, vem prontos para comer e são mais saudáveis que as refeições vendidas na rua.

Compras

Divirta-se pelas famosas ruas de comércio

Como toda grande capital, Londres tem um comércio muito variado onde é possível encontrar de tudo, roupas de grife, eletrônicos, calçados, livros, produtos de informática, joias. O comércio se concentra em algumas ruas tradicionais, como a Oxford e a Carnabay Street, mas são as grandes lojas de departamentos, como a Harrods que costumam encantar os clientes, oferecendo uma variedade enorme de marcas, algumas muito raras no Brasil.Mesmo gastando em libra, muitos produtos costumam custar mais barato do que no Brasil. Relógios, eletrônicos e acessórios de informática são um bom exemplo disso. Quem gosta de comprar alimentos e artesanato em mercados e feiras livres não pode dispensar uma visita a Portobello Market, em Nothing Hill. Uma feira ao ar livre que vende miniaturas, artesanato, objetos de arte e muito mais.Comprar em Londres também é especial para quem gosta de artes, principalmente música. Diversas lojas oferecem CDs do mundo todo, instrumentos musicais e raridades como discos de vinil de artistas renomados. As livrarias também são um sonho, muitas são especializadas em apenas um tipo de livro, como quadrinhos ou guias de viagem, por exemplo.


Notícias relacionadas:

Comissário de voo.

A carreira de comissário de voo desperta o interesse de quem sonha em conhecer o mundo...

Arrumando as malas.

Arrumar a mala para viajar é sempre um dilema, principalmente para as mulheres. Pensando nisso, convidamos a economista e blogueira Camila Camillo...

Patagônia de natureza exuberante.

Fernão de Magalhães foi o grande descobridor da Patagônia e da Terra do Fogo em 1520. Ainda hoje a maioria dos lugares e povos mantém os nomes...

Manaus uma boa opção turística.

Manaus é um município brasileiro, capital do estado do Amazonas e o principal centro financeiro, corporativo e econômico da Região Norte do Brasil...

Jardins que Falam

Depois de uma longa espera consegui, finalmente, plantar meu jardim. Tive de esperar muito tempo porque jardins precisam de terra para existir. Mas a terra eu não tinha. De meu, eu só tinha o sonho...

Mala ou Mochila

Destino escolhido, passaporte em mãos, todos os detalhes criteriosamente vistos e o último passo, porém não menos importante, antes de subir no avião: FAZER AS MALAS!


> Ver todas



Voltar
Twitter Revista Staff

Acontece   |   Beleza e Estética   |   Comportamento   |   Gastronomia   |   Nutrição   |   Moda   |   Política Saúde   |   Esporte   |   Turismo


Home   |   Apresentação   |   Editoriais   |   Comercial   |   Parceiros   |   Vídeos   |   Cobertura Vip   |   Contato


Copyright © 2017. Revista Staff. Todos os direitos reservados. Contato: (19) 3236-6661