Twitter Revista Staff   Facebook Revista Staff   Youtube Revista Staff
 

Saúde

   

Escrito por Revista Staff

O que é a Medicina QUÂNTICA?

O Universo é composto por uma massa de radiações, formada de partículas atômicas, subatômicas e eletromagnéticas, as quais são animadas por um movimento contínuo, que é o responsável pelo processo de criação e de desintegração da matéria.

A eletricidade que ilumina a nossa casa, as ondas de televisão ou de rádio, que trazem o informativo e a distração para as famílias; enfim, todos os elementos que tornam a nossa vida mais fácil dependem dessas radiações.

Tudo no Cosmo é permeado de radiações e inclusive da energia ou radiação colorida, o que ocorre tanto no mundo mineral como no vegetal e animal. Cada cor tem a sua própria energia vibratória com as suas numerosas frequências e essas radiações interagem umas com as outras, fazendo parte do equilíbrio que move "Toda a Criação". Portanto, é um processo de mutação e evolução no qual estamos todos envolvidos. Ao conjunto dessas energias devemos a nossa existência.

A energia que circula em todas as células do corpo já era conhecida da Medicina Chinesa, que definiu o traçado energético do corpo humano como "Meridianos", que formam uma complexa rede, na qual são ativados os pontos correspondentes aos órgãos em disfunção para restabelecer o equilíbrio energético.

Os sacerdotes-médicos do antigo Egito já conheciam essa energia, que denominavam Heka.

Assim, podemos dizer que o corpo físico é gerado pelas vibrações de energia. Se o fluxo dessa energia for perturbado em qualquer região do corpo humano, o equilíbrio da saúde é interrompido e surgem os distúrbios, que vão desenvolver as doenças.

Existe um ponto de encontro entre a tradicional Medicina Chinesa e a alta tecnologia moderna aplicada sobre o corpo, que tem a capacidade de receber e de absorver a influência das frequências eletromagnéticas e, especialmente na gama das ondas milimétricas, cuja potência é próxima do valor quântico. O sistema fisiológico do ser humano responde positivamente a essas frequências.

A terapia das cores é eficaz, indolor, fisiológica e não invasiva, sem efeitos colaterais. Baseia-se no princípio bio-ativo restaurador do equilíbrio energético global, que harmoniza a circulação da energia no corpo humano.

As primeiras análises, que demonstram o efeito terapêutico dessas freqüências, tiveram início há cerca de trinta e cinco anos e, por volta de 1980, começaram as primeiras experiências clínicas, segundo o modelo científico de pesquisadores como Niels Bohr, E. Shredinger e I. Peigozhin, os quais receberam o prêmio Nobel.

Milhares de pacientes têm sido tratados com sucesso por esse método, mesmo nos casos de patologias graves, frequentemente diagnosticadas como incuráveis pelos terapeutas clássicos. Essa nova metodologia terapêutica, que recebeu o nome de "Medicina Quântica", utiliza a energia colorida para normalizar as funções do organismo, numa relação direta sobre os focos patológicos.

Embora, o tratamento com as cores, que obedecem a princípios medicinais, através dos aparelhos de Cromoterapia, seja um novo campo da ciência prática médica, o uso dessas radiações têm origem na Antiguidade.

A luz era utilizada como instrumento terapêutico no antigo Egito, onde se distinguia a luz "ativa" do Sol e a luz "calmante" da Lua. Séculos mais tarde, também Leonardo da Vinci utilizou a luz do Sol filtrada através de vidros coloridos para fins médicos.

A Alquimia e a Cor foram utilizadas desde a Idade da Pedra para curar as pessoas, através de flores e pedras coloridas.

As bases científicas das aplicações médicas desses fatores físicos começaram a ser estudadas somente durante a segunda metade do século XX, graças ao rápido desenvolvimento das ciências fundamentais como a Física, a Química e a Biologia.

Após a criação, em 1960, do primeiro gerador quântico do setor ótico foram executados numerosos estudos para verificar a possibilidade do seu uso terapêutico através da irradiação de fraca potência. Desde então é reconhecida uma grande quantidade de elementos que demonstraram a sua eficácia médica.

Aprofundou-se o estudo sobre o mecanismo de influência da irradiação eletromagnética com frequências mais altas sobre o organismo humano. Estabeleceu-se limites admissíveis ótimos de potência e de parâmetro, sendo elaborados métodos de aplicação para as diversas patologias.

Atualmente, existem diversos aparelhos de Cromoterapia ou de Medicina Quântica, dos quais citamos: o "Pyracromos" idealizado pela autora, no Brasil; o "Cromostim 2000" de origem italiana; e o "Therachroma" de fabricação alemã, que apresentam resultados surpreendentes na cura das mais diversas patologias, através da ação das ondas eletromagnéticas, ou mais precisamente das ondas coloridas.

Essas ondas de potência quântica são de frequência mensurável, cuja influência é observada pela informação do organismo celular, sub-celular e sub-atômico, como uma forma de linguagem que permite estabelecer o equilíbrio, a saúde e o bem-estar.

Das pesquisas que estudam a terapia aplicada a nível quântico, evidencia-se como a ação das radiações favorece uma reação útil ao organismo com os seguintes efeitos favoráveis:

a) melhoramento da circulação do sangue;
b) aceleração dos processos metabólicos;
c) ativação do processo regenerativo;
d) efeito sedativo;
e) efeito analgésico;
f) estabilização da membrana celular;
g) estimulação do estado geral;
h) normalização das arritmias cardíacas;
i) ativação da função oxidante do sangue;
j) efeito imuno-modulativo e imuno-estabilizante do organismo.

A terapia quântica aumenta o efeito medicamentoso, pois são potencializados os tratamentos: homeopático, fitoterápico, ortomolecular e de terapias naturais.

A Ciência das Cores ou Cromoterapia está recebendo na Europa o nome de MEDICINA QUÂNTICA, a qual utiliza as radiações do espectro eletromagnético, em especial as do espectro solar, que são as ondas coloridas, para os mais diversos tratamentos de saúde.


Notícias relacionadas

Alerta sobre anfetaminas


A Anfetamina é uma droga sintética que causa considerável estimulação do cérebro.

Pneumonia: uma doença grave


Pneumonia é uma doença inflamatória no pulmão.

A Pele e o Sol


Curta o verão com muito mais proteção.

Reabilitação oral para a 3º idade.


Tratamento Odontológico para Pacientes da 3ª Idade: Um Investimento em Qualidade de Vida!!

Acabe de vez com o cansaço.


21 atitudes para equilibrar sua fonte de energia e deixar de lado aquele desânimo...

Dores que não podem ser menosprezadas.


As dores são um alerta do organismo sinalizando que algo não vai bem com ele. Muitas vezes preferimos pensar que vão passar...

Os primeiros sinais da depressão.


Dor de barriga, nas têmporas, nas costas: esses podem ser os primeiríssimos sinais de que alguém está prestes a mergulhar de cabeça em um quadro depressivo, alertam os médicos...

Alcoolismo: Alto risco


O álcool é a droga mais antiga, há provas arqueológicas do uso da bebida datadas de quase oito mil anos. Acredita-se que..

Dores nas costas.


É só a temperatura baixar que começam as primeiras alterações pelo corpo. Garganta raspando, nariz com coriza, pele ressecada e dores musculares por..

Controle da pressão


Todo ano a Organização Mundial da Saúde (OMS) elege um tema para ser discutido no Dia Mundial da Saúde (7 de abril). Em 2013, o tema escolhido foi relativo...

O papel da Hidroterapia na saúde


Muitos são os recursos fisioterápicos encontrados pelos pacientes, alguns cobertos pelos planos de saúde e outros não, por entenderem estes como terapias alternativas. As universidades tem implantado cada...

Desenvolvimento da Linguagem


Não há etapas rígidas para o início e o término do desenvolvimento da linguagem. Por volta de um ano surgem as primeiras palavras, geralmente mãmã e pápá, entre outras monossilábicas como ké, dá, tó, não, é...

Sal Grosso


"E você pensou que era só misticismo? É não, veja!"

Comentando a Andropausa.


É importante dizer que poucos são os homens que sabem da sua existência e que procuram auxilio médico para transitar por este período tão importante da vida masculina...


> Ver todas



Voltar
Twitter Revista Staff

Acontece   |   Beleza e Estética   |   Comportamento   |   Gastronomia   |   Nutrição   |   Moda   |   Política Saúde   |   Esporte   |   Turismo


Home   |   Apresentação   |   Editoriais   |   Comercial   |   Parceiros   |   Vídeos   |   Cobertura Vip   |   Contato


Copyright © 2017. Revista Staff. Todos os direitos reservados. Contato: (19) 3236-6661