Twitter Revista Staff   Facebook Revista Staff   Youtube Revista Staff
 

Esporte

   

Escrito por Julio Melo
Terça, 24 de abril de 2012

Maior Evento de MMA da América Latina surpreende em estrutura e lutas empolgantes

Com duas disputas de cinturões, lutadores de peso-leve e peso-meio-pesado, vencem em noite alucinante

O evento Jungle Fight 37, foi realizado em 31/03/2012 ás 21h00, no Ginásio do Ibirapuera SP, ficou marcado na história do MMA em São Paulo, com lutas bem "casadas" e, sobretudo pela estrutura física e organizacional do evento, foi á estréia do Cage Redondo, em eventos de MMA no Brasil, também a estréia de um Cage, no Jungle Fight, que em edições anteriores eram exibidas em Ring's, além dessa novidade, o que mais chamou á atenção do público e também dos telespectadores, foi os telões de LED, que apresentavam os lutadores que estavam participando do evento Jungle Fight e após exibiam as lutas e replay. Não economizou em modernidade isso é fato, a iluminação e o som do ambiente, foi excelente, em total sintonia com as lutas, nos intervalos agitava a platéia reapresentando os melhores momentos.

Algo inédito no Brasil, foram três emissoras de TV, sendo duas Nacionais e uma Internacional. O Canal Combate exibiu o card completo, já o Canal Sportv e o Canal Americano ESPN Deportes exibiram o card principal. Pela primeira vez um evento de MMA da América Latina foi transmitido para a América do Norte ao vivo.

Das lutas entre a categoria do peso-meio-pesado, o Baiano Kléber Orgulho derrotou Aldo Sultão, logo no primeiro round, por nocaute técnico, e manteve assim o cinturão de sua categoria. Já na categoria de peso-meio-médio, o lutador Michael "Trator" finalizou Sérgio Leal, logo no início do primeiro round. Uma luta com uma bela finalização foi do peso-leve entre Ivan "Batman" que venceu Ari Santos com um mata leão no segundo round. A luta principal da noite foi do amazonense Adriano Martins que vinha de três vitórias consecutivas, derrotou de maneira expressiva o americano Jimmy Donahue, por nocaute técnico, a 01:02 do primeiro round.

As três lutas principais da noite acabaram logo no primeiro round, o público vibrou com os nocautes e finalizações e os lutadores não deixaram á desejar.


   


Card Principal

Adriano Martins x Jimmy Donahue - 70 kg (Luta Principal da Noite)

O Manauara Adriano Martins, 29 anos e com uma cartel de 22 vitórias e 6 derrotas, vinha de 3 vitórias consecutivas, enfrentou o americano de St. Louis, Jimmy Donahue, 24 anos que tinha um cartel bem inferior de 4 vitórias e 2 derrotas.

A luta começou com boa trocação entre os dois lutadores, Adriano acertou bons chutes "Low Kicks" (chutes baixos) que desestabilizou o americano, Adriano surpreendeu o americano com direto de esquerda, que derrubou o desafiante que foi castigado com vários golpes, que forçou o árbitro interromper a luta, dando assim vitória ao brasileiro por nocaute técnico em 01:02.

No final do combate, Adriano muito feliz disse que já está se aproximando do UFC (Maior evento de MMA do mundo), que está batalhando pra isso e que espera o mais breve possível representar seu país no exterior.

Kléber Orgulho x Aldo Sultão - 93 kg

O Baiano Kléber Orgulho, 25 anos com cartel de 10 vitorias e 3 derrotas, detentor do cinturão do evento que colocou em jogo, enfrentando o paulista Aldo Sultão, 30 anos e invicto com 5 lutas.

O combate começou com estudo dos lutadores, mas quem tomou a iniciativa foi Sultão com um chute alto, mas defendido pelo Kléber, em um dos chutes desferidos, Kléber Orgulho aproveitou e derrubou Sutão, com um belo "Suplê" (Golpe de Queda em que o lutador suspende o adversário no alto e joga com violência no chão) golpe da modalidade Wrestling , foi uma bela queda, mas Orgulho caiu com uma "Guilhotina" encaixada (Golpe de estrangulamento no pescoço) Orgulho, saiu da posição de perigo, estabilizando a posição e passando a guarda no adversário, e acabou montando e aplicando vários golpes no adversário.Para se defender dos Golpes aplicados por Orgulho Sultão, deu as costas, piorando sua situação e recebendo mais golpes desferidos com muita força e agilidade, sem defesa nenhuma da parte de Sultão, o árbitro parou a luta, e Orgulho se manteve como campeão da categoria, e, 4:24 do primeiro round.

Após a luta, Orgulho disse que treinou muito, mas ninguém sabia que, uma semana antes da luta em um de seus treinos, ele acabou lesionando sua mão, mas mesmo assim encarou a luta. Agradeceu o desafiante Aldo Sultão dizendo que ele era muito homem de ter enfrentado ele aqui e que era um campeão da vida, disse que Aldo foi forte e guerreiro defendeu várias posições e foi um desafiante difícil.

Michael "Trator" x Sérgio Leal - 84 kg

Michael "Trator", paraense, com um cartel perfeito de 21 vitórias e nenhuma derrota, enfrentou Sérgio Leal, com um cartel de 2 vitórias e uma derrota, Michael já começou luta levando para o chão, e conseguiu logo de inicio a montada, Leal tentando se defender, segurando as mãos de Michael até quanto pode, mas Michael acabou finalizando a luta em apenas 1:49s no primeiro round.

Ao final da luta "Trator" falou que é de uma família pobre no Pará, agradeceu sua mulher e sua mãe, por ajudá-lo a chegar até ali, e comentou sobre sua finalização na luta em tão pouco tempo.

Ivan "Batman" x Ary Santos - 70 kg

Na primeira luta, do card principal da noite, o Catarinense Ivan "Batman", que vinha, com um cartel de 19 vitórias e 3 derrotas, enfrentou Ary Santos, com o cartel de 1 vitória e 1 derrota, a luta começou muito movimentada, "Batman" querendo levar a luta para o chão, já Ary preferia a trocação, assim tivemos um primeiro round equilibrado, no segundo round e em um momento de descuido de Ary, "Batman", conseguiu derrubá-lo, e aplicou um mata-leão, encerrando a luta rapidamente.

Após a luta "Batman" disse que está pronto para lutar com qualquer um, e gostaria de disputar o cinturão dos leves do Jungle Fight.

Curiosidade

Uma luta que foi muito contestada, dos pesos-pesados, foi a vitória de Edson "Conterrâneo" que venceu por decisão dividida dos juízes.O lutador Alexandre "Bebezão", o primeiro round foi de estudo e de trocações dos lutadores, podemos afirmar até uma ligeira vantagem ao Conterrâneo, já o segundo e terceiro round foi de domínio total de Alexandre, que acertou ótimos golpes, levou a luta ao chão várias vezes, deixando "Conterrâneo" até sem forças de se levantar ao final da luta, e mesmo assim a vitória foi de Edson "Conterrâneo" que agora tem um cartel de 15 vitórias e 6 derrotas.

O evento que teve todos os ingressos esgotados e com ginásio lotado, também surpreendeu além das lutas, a presença das ex-BBB's Adriana e Jaqueline como Ring Girl's, e do ator Alexandre Frota que também foi prestigiar o evento.

Conclusão

Posso afirmar que, foi um ótimo evento, ótimas lutas, com nocautes, finalizações, estrutura e ambiente perfeitos, e organização excelente, sendo assim, não é á toa que o Jungle Fight é considerado o maior evento de MMA da América Latina.

Resultados – Jungle Fight 37

  • Adriano Martins venceu Jimmy Donahue por nocaute no 1º round (disputa de cinturão até 70kg).
  • Kleber Orgulho venceu Aldo Sultão por nocaute por 1º round (disputa de cinturão até 93kg).
  • Michel Trator venceu Sergio Leal com um mata-leão no 1º round.
  • Ivan Batman venceu Ary Santos com um mata-leão no 2º round.
  • Henrique Gomes venceu Jack Guzman, chave de calcanhar no 1º round.
  • Edson Conterrâneo venceu Alexandre Bebezão na decisão dividida.
  • Gilberto Dias venceu Ricardo Maciel na decisão unânime.
  • Thiago Passos venceu Julio Quirino na decisão unânime.
  • Regras k1 - Alex Sandro venceu Clei Silva por nocaute no 1º round.

Notícias relacionadas:

-

Polo Aquático


onsiderado um dos esportes mais completos, o polo aquático não é muito difundido no Brasil, mas vem ganhando cada vez mais espaço entre os atletas...


> Ver todas



Voltar
Twitter Revista Staff

Acontece   |   Beleza e Estética   |   Comportamento   |   Gastronomia   |   Nutrição   |   Moda   |   Política Saúde   |   Esporte   |   Turismo


Home   |   Apresentação   |   Editoriais   |   Comercial   |   Parceiros   |   Vídeos   |   Cobertura Vip   |   Contato


Copyright © 2017. Revista Staff. Todos os direitos reservados. Contato: (19) 3236-6661